Prefeitura lança campanha por apoio a vítimas das enchentes na Bahia

A Prefeitura de Maricá lançou nesta segunda-feira (27/12) um chamado à solidariedade dos moradores da cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, ao dar início a uma campanha por ajuda às vítimas da tragédia causada pelas chuvas na Bahia. 

Mediante o drama de 430 mil pessoas impactadas pelas enchentes em 58 municípios baianos, o prefeito Fabiano Horta apostou na mobilização dos maricaenses para doações que atendam aos 16 mil desabrigados e quase 20 mil desalojados.

A vida humana como maior valor

Em postagem na noite de domingo (26/12) em suas redes sociais, Fabiano lamentou pelas vítimas, solidarizou-se com os gestores municipais e o governador da Bahia, Rui Costa, e ressaltou sua aposta positiva no envolvimento dos cidadãos na campanha:

“Deixo aqui meu mais sincero compromisso humanitário e toda minha confiança na sensibilidade e solidariedade de cada maricaense, que nos ajudará nesta campanha cívica e de amor ao próximo”, escreveu, enfatizando que o apoio emergencial aos municípios baianos eleva a vida humana ao grau de valor fundamental.

#Como ser solidário

A campanha vai reunir em pontos de coleta na cidade alimentos não perecíveis, água, roupas, itens de primeiros socorros, remédios, material de higiene pessoal e de limpeza para o auxílio emergencial ao estado do Nordeste.

A Prefeitura vai divulgar em seus canais oficiais a relação inicial de pontos de coleta de doações. Mas os maricaenses já podem aderir a essa gincana do bem, verificando que itens têm condições de doar aos desalojados. 

Maricá entende de solidariedade 

Com uma gestão de foco social e econômico, Maricá tem afinidade com ações solidárias e empáticas, na condição de único município do país a praticar a transferência de renda a quem mais precisa. 

O resultado desta prática, que incluiu a criação de uma moeda social local (Mumbuca), levou a cidade ao pódio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que, no último dia 17/12, divulgou estudo segundo o qual Maricá é a cidade que mais cresceu no PIB em 17 anos em todo o país.

Comentário